Dicas para uma boa condição física

Muitos fatores exercem influência direta sobre a condição física dos indivíduos. Dentre eles, a alimentação, o repouso, o treinamento físico, o estado geral de saúde, além de fatores emocionais, sociais e econômicos. O nível do condicionamento físico de uma pessoa é a soma de todos esses fatores.

Podemos definir condição física como sendo a capacidade orgânica do ser humano para realizar as tarefas diárias (trabalho, estudo, lazer, treinamento, etc.), sem apresentar cansaço físico ou mental extremo que impeça a realização de seus afazeres.

Sendo assim, a condição física nada mais significa que a aptidão física da pessoa, representada pelo conjunto de todas as suas capacidades motoras, como a resistência cardiorrespiratória, a força muscular, a flexibilidade, a coordenação, a velocidade e a agilidade, aliada às suas percepções psicológicas e respostas emocionais aos conflitos cotidianos.

O estado individual de cada um desses fatores, desenvolvidos de acordo com os esforços diários de cada um (através do treinamento), é que irá determinar a condição física de cada pessoa.

As pesquisas indicam que é através do treinamento físico contínuo e realizado de forma correta, obedecendo-se os princípios científicos que norteiam o treinamento esportivo, que a condição física é melhorada.

Um nível ótimo de condicionamento físico melhora a auto-estima, tornando a pessoa mais confiante e apta a solucionar os conflitos diários.

Seguem-se algumas dicas importantes para a melhora da condição física:

1. Antes de iniciar um programa de treinamento, procure um médico e faça uma avaliação de suas funções orgânicas (teste ergométrico e outros);

2. Avaliar o nível de seu condicionamento físico é de fundamental importância para a correta elaboração do programa de treinamento, pois são essas informações que dirão ao professor/técnico quem você é;

3. Dedique-se ao treinos com alegria e perseverança, nunca se esquecendo que é através do treinamento que poderemos sanar as nossas deficiências e aprimorar nossos pontos fortes; portanto, não desista ao se deparar com os obstáculos, encarando-os como estímulos necessários à sua vitória pessoal;

4. Cuide de sua alimentação, procurando sempre os alimentos naturais (cereais, vegetais, frutas, legumes, leite, ovos e carnes brancas), evitando os processados e as carnes vermelhas, que liberam toxinas e podem complicar o funcionamento do nosso organismo;

5. Hidrate-se adequadamente (pelo menos 2,5 litros de água diariamente);

6. Suplementos alimentares (aminoácidos, creatina, hipercalóricos, etc.) devem ser utilizados sempre com o acompanhamento de um especialista. Cuidado com os curiosos!

7. Uma boa noite de sono é fundamental, pois restaura nossas energias e recupera nossa capacidade para realizarmos as tarefas do dia seguinte;

8. Desavenças familiares e conflitos sociais desnecessários irão causar transtornos psicológicos que influenciarão em seu estado físico. Portanto, viva em paz e faça o melhor que puder para colaborar com a ordem e o progresso;

9. Lembre-se: a tristeza, a melancolia e a desconfiança podem levar à depressão, a maior inimiga da felicidade do ser humano. Uma pessoa deprimida jamais realizará seus objetivos e alcançará o sucesso pessoal;

10. A construção de um corpo saudável depende de seus hábitos cotidianos. A sua condição física, a sua capacidade orgânica e o seu estado psicológico nada mais são do que um reflexo de seus pensamentos e atitudes. Portanto, reflita sempre sobre seus atos e palavras e observe se não está fazendo nada contra aquilo que você deseja.

Não se esqueça: a vida é um presente maravilhoso que não podemos desperdiçar - façamos a nossa parte que a natureza acrescentará o que for necessário!

Fonte : texto escrito por Marcelo Augustti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.