Confira dez frutas que mais saciam a fome

Quem se preocupa em ter uma alimentação saudável e gosta de fugir dos industrializados, deve se programar com antecedência para não atacar um pacote de bolachas quando bate aquela fome entre as refeições.

Para isso, as frutas são nossas aliadas, principalmente para quem quer controlar o peso e tem uma rotina de exercícios puxada.

Alto teor de fibras, solúveis e insolúveis, além de vitaminas e minerais são apenas alguns dos benefícios que podemos ter ao incluí-las na alimentação. “As fibras solúveis estão em maior quantidade na polpa das frutas e formam um gel no estômago, proporcionando saciedade”

Vantagens no esporte

Aos praticantes de atividade física aeróbica, as frutas oferecem grande concentração de antioxidantes que combatem os radicais livres liberados durante a respiração, prevenindo o envelhecimento precoce das células e o estresse oxidativo.

Além de claro, oferecer o aporte necessário de vitaminas e minerais já citados anteriormente. Não só para o corredor, mas para praticante de atividade física em geral.

Mas atenção: não é indicado substituir as refeições principais por frutas, pois além de não apresentar as calorias suficientes, não contém aporte necessário de ferro, entre outros nutrientes importantes.

BANANA

Número um da nossa lista, a banana é excelente opção para sobremesa, já que prolonga a sensação de saciedade.

Isso também ocorre por causa do triptofano, que ajuda a controlar a compulsão por doces.

Conhecida pelo seu alto teor de cálcio e potássio, é a queridinha dos corredores.

MELÃO

O efeito diurético presente na grande quantidade de água faz o melão ser o vice-campeão da lista.

Ele ajuda a desinchar o corpo e possui pouquíssimas calorias.

A pressão arterial é outra área beneficiada e os hipertensos devem consumí-lo com regularidade.

KIWI

Energia física abundante: esta é a característica principal do kiwi.

Por ser a fruta mais alcalina que existe, tem uma rica fonte de minerais para substituir os excessos de alimentos ácidos.

Um organismo equilibrado traz melhoras na pele, menos resfriados e boa saúde óssea.

Além disso, o kiwi é fonte de fibras, evitando problemas intestinais.

MELANCIA

Adeus inchaço! A melancia, rica em potássio, elimina a água em excesso do nosso corpo e ainda regula o pH do sangue.

Por ser 90% composta por água, também estimula os rins a trabalharem melhor.

Ajudar o corpo a extrair energia dos carboidratos, das gorduras e das proteínas também é papel deste alimento.

MEXERICA

Cada mexerica possui, em média, 43 calorias. Amiga da balança, ela é rica em vitamina A e C, complexo B e em bioflavonóides.

A gripe que insiste em aparecer pode ser evitada com o consumo da fruta, que também ajuda a baixar o colesterol, reduz riscos de doenças cardíacas e combate a osteoporose.

LARANJA

A laranja promove uma verdadeira limpeza no organismo, por ser um potente antioxidante.

Isso auxilia na prevenção de doenças vasculares, cardíacas, degenerativas e até mesmo o câncer.

Também pode ajudar nos ossos, dentes e glóbulos vermelhos, além de favorecer a absorção de ferro dos alimentos e a resistência às infecções.

PERA

Energia extra. Ao comer uma pera, o seu corpo absorve a glicose, que é convertida em energia.

Amiga do intestino, apenas uma pera pode proporcionar 18% do teor recomendado de fibras diárias.

Além disso, estimula a secreção de sucos gástricos e digestivos para que a comida se mova de maneira mais suave, com melhor digestão.

MANGA

Esta fruta é rica fonte de carboidratos e fibras.

Oferece cerca de 60 calorias em uma porção de 100 gramas.

Ela contém uma série de fitoquímicos, antioxidantes e vitaminas. Vitamina A, vitamina B, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina K podem ser encontradas na manga.

FRUTAS SECAS

Basta comer apenas seis gramas de damasco, por exemplo, para alcançar 24% das necessidades diárias de fibras.

A ameixa seca é indicada como tratamento para quem possui constipação intestinal, devido ao seu efeito laxativo.

As porções do alimento também são ricas em ferro (aliado no combate à anemia), boro e vitamina K (que auxiliam na formação óssea).

OLEAGINOSAS

Amêndoa, avelã, castanha de caju, castanha-do-pará, macadâmia e nozes, entre outras.

Apesar de serem ricas em gordura, somente uma pequena quantidade dessa gordura é saturada.

A maior parte da gordura presente nas oleaginosas é de “boa” qualidade (ômega 3, 6 e 9), essencial para o bom funcionamento do organismo, auxiliando na redução do colesterol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.