Como estabelecer metas

Pense na seguinte pergunta: Conseguiu atingir as metas que definiu até hoje em sua vida?

Se sim, parabéns.

Você faz parte de um seleto grupo.

Deixe-me compartilhar um segredo: 80% da população mundial vive de esperança, ou seja, esperam que algo diferente aconteça, tipo que seus negócios se realizem, que a promoção chegue, que reduzam o peso, que o aumento de salário aconteça…bacana.

Se você observar, verá que a esperança não tem levado pessoas a realizarem grandes objetivos.

Agora, olhe para as pessoas que você considera bem sucedidas: a sorte sorriu para elas? Foi mágica que os levou ao sucesso? Porque alguns conseguem atingir grandes objetivos e outros não?

Porque têm ESTRATÉGIA, ou seja, fizeram um planejamento, colocaram no papel e o seguem, metodicamente.

“Ah eu não sei, mas as coisas nem sempre sai como planejamos”. Sim, mas ao planejar, você tem a possibilidade de ver o que fazer para solucionar, redirecionar e reduzir as falhas. Não ter metas é como estar num barco sem velas, você não sabe onde vai chegar nem quando. Ao estabelecer uma meta, você define em qual porto quer desembarcar.

“A melhor maneira de predizer o futuro é criá-lo.” Peter Drucker

Você tem duas escolhas:

1ª – deixar a vida te levar sem direção e desembarcar em qualquer lugar, ou

2ª – fazer um planejamento e enfrentar as dificuldades, mas chegar onde você desejar.

Você decide!

A boa noticia que tenho para você é que planejar é algo que se aprende, é um método de organização de fácil acesso para qualquer pessoa disposta a ter um planejamento.

É preciso deixar claro que os ensinamentos deste texto servem tanto para elaboração das suas metas pessoais quanto as suas metas profissionais.

Entenda que ao construir seu planejamento, você deve verificar o plano de vendas da sua empresa e estabelecer uma harmonia, é preciso integrar o planejamento, além de mudar hábitos e posturas, para que de fato o objetivo seja atingido: a empresa alcance seus objetivos financeiros e você conquiste as suas metas.

Sente-se, pegue o papel ou, se preferir, o computador e defina seu alvo:

1 – Defina uma meta específica. O que você quer?

2 – Estabeleça um prazo. Quando você quer?

3 – Saiba o que e como fazer. Como alcançar o que você quer?

É importante que a meta traçada possa ser alcançada por você, independente do que outras pessoas fizerem.

Coloque suas metas no papel e as organize.

Não confunda meta com tarefa.

Meta é o que você quer e tarefa é o que você tem de fazer para alcançá-la.

metas

Leia com atenção estes sete passos, que o ajudarão a escrever suas metas. 

Passo 1

Defina o que você quer.

A meta é o seu destino e dá a direção para onde se mover.

Então escreva o que você quer e não o que quer evitar.

Metas bem formuladas e de forma positivas são energizantes e motivadoras.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “O que eu quero conquistar?” ou “O que eu ganho com isso?”

Passo 2

As metas devem ser desafiadoras e realistas.

As metas devem ser alcançáveis, porém não devem ser fáceis.

Escolha um meio termo no grau de dificuldade.

As metas mais difíceis vão elevar seu grau de comprometimento e resolução.

Revise ou até mude as metas, mas sempre siga em frente rumo ao objetivo.

Sempre que alcançar seu objetivo, comemore e estabeleça uma meta mais elevada.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “Essa meta é alcançável?” ou “Essa meta é desafiadora?”

Passo 3

Controle os resultados. Influencie os resultados.

Acompanhe a meta, aja você mesmo, faça o que precisa ser feito para torná-la realidade.

Se necessário, peça ajuda.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “Esta meta está sob meu domínio?” ou “O que farei para atingir essa meta?”

Passo 4

Acompanhe e meça sua evolução.

Meça seu progresso. Veja se está dentro do prazo determinado.

Saiba se há a necessidade de implementar alguma ação para corrigir o rumo.

Monitore sistematicamente.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “Quando vou atingir essa meta?” ou “Como vou medir essa meta?” ou “Como vou saber que estou no caminho para atingir a meta?”

Passo 5

Faça o check-in.

Veja se tudo está dentro do estabelecido e se os recursos estão disponíveis.

É fator motivador saber que tudo anda bem e que, se precisar, há recursos à mão.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “Que recursos eu tenho?” ou “Como eu posso conseguir mais ajuda?” ou “Como dividir ou trabalhar com os recursos atuais”.

Passo 6

Avalie o custo.

Tenha a planilha em mãos para saber qual é o custo das suas metas.

É precisa saber se pode pagar por ele.

O custo envolve finanças, tempo e comprometimento.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “Vale a pena ir atrás deste objetivo?”

Passo 7

Faça um plano de ação.

Aprende-se a fazer fazendo. Como fazer? Quando fazer? Quem chamar? De que forma executar?

Arregace as mangas e mãos a obra.

Divida as metas em metas menores, faça primeiro as maiores, depois as de média importância e por fim, as pequenas.

Para saber se está no caminho certo, use as perguntas: “Como fazer a distribuição da meta ao longo do ano?” ou “Como dividi-la ao longo do ano de forma a manter o crescimento mês-a-mês?” ou “O que me impede de atingi-las?”.

 

Ótimo, agora que você sabe os passos para criar uma meta bem sucedida, use o método METAS:

M – mensurável

Para se gerenciar a meta é preciso que ela tenha como ser medida.

Estabeleça critérios que possam ser medidos, que a sua evolução rumo ao objetivo possa ser acompanhado e revisto.

Alcançar a sua meta dentro do prazo estabelecido é a forma de motivar-se rumo ao grande objetivo.

Para determinar se o seu objetivo é mensurável, faça perguntas como: – Quanto? – Quantos? – Como vou saber quando estará cumprida?

E – específica

Seja especifico na definição de sua meta, afinal quanto mais especifico maior a chance de realização.

Elenquei seis perguntas para se definir uma meta específica:

• Quem está envolvido?

• O que eu gostaria de realizar?

• Onde gostaria de realizar?

• Quando?

• Quais minhas necessidades e limitações?

• Por que realizar?

Por exemplo: imagine que você precisa reduzir seu peso.

A meta seria “entrar em forma.” O objetivo específico seria “entrar em uma academia e praticar 3 dias por semana.”

A – alcançável

Ao identificar os objetivos que são importantes, seu cérebro apresenta as maneiras de torná-los realidade.

Atitudes, capacidades, habilidades e capacidade financeira para alcançá-los serão desenvolvidas por você ao definir o que deseja, evitando o desperdício de oportunidades para a realização de suas metas.

Ao escrever suas metas, você passa a se enxergar merecedor e é envolvido por um sentimento de realização, que o ajudará a alcançar seus objetivos.

Tenha em mente que as metas devem ser realistas, possíveis de serem alcançadas.

R – relevante

A meta deve ser realista e representar um objetivo que faça você se comprometer a trabalhar e enfrentar os desafios e obstáculos que aparecerão durante esta caminhada.

Se você acredita que o seu objetivo pode ser realizado, de fato ele é realista, mas lembre-se, uma boa meta é aquela que trará progresso, por isso atente-se para o resultado.

Por exemplo: aumentaram as vendas? O número de clientes? Trocou de carro?

T – temporal

Determine um prazo.

A meta deve ser estabelecida dentro de um período de tempo, de forma que você entenda que, diariamente, ações devem ser implementadas para que se atinja o objetivo proposto.

Sem prazo não há sensação de urgência.

Por exemplo: Se você quer emagrecer 15 quilos, quando você quer estar nesse peso?

Qualquer dia não vai funcionar.

Mas se você determinar primeiro de junho, o seu inconsciente entrará em “trabalho de realização” para atingir a meta.

A meta é tangível quando você pode experimentá-la com um dos sentidos, ou seja, sabor, tato, olfato, visão ou audição.

Quando o objetivo é tangível, você tem uma chance melhor de fazer isso e, portanto, será específico, mensurável e atingível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *