Autoconfiança

Não há nenhuma receita mágica para desenvolver a autoconfiança, mas certamente existem alguns hábitos diários que podemos colocar no nosso caminho com mais facilidade.

1 – Cerque-se de pessoas positivas

Humores e atitudes são contagiantes, por isso, se você precisa dar novos ares à forma como enxerga a si mesmo, evite contato com pessoas que transmitem sentimentos negativos.

Isso porque quem está sempre falando das próprias inseguranças e dificuldades acaba fazendo com que pensemos com mais frequência sobre os nossos problemas.

Vale a pena esse esforço …

 

2 – Tenha organização

Ela é a chave do dia-a-dia para evitar estresses que minam nossa confiança e autoestima.

Substitua a confusão de horários, os atrasos e as perdas de prazo por uma boa planilha de despesas e uma agenda de afazeres.

Anote cada passo essencial da rotina e organize-se!

Temos certeza de que o tempo vai acabar rendendo mais e o dinheiro, quem sabe, não acompanha a tendência.

 

3 – Faça o que dá prazer

Para mostrar o melhor de si, você também precisa sentir-se bem por dentro.

É por isso que reservar tempo para hobbies e atividades prazerosas passa longe de ser uma frescura qualquer.

Falta coragem (ou ânimo) para retomar aquilo que gosta, convidar e conversar com amigos em um happy hour, viajar no fim de semana ?

Pense no quanto esses compromissos leves podem ajudar você a ter uma visão mais positiva das coisas… Viu só ?

auto

 

4 – Movimente a agenda

Ok, sabemos que relaxar em casa e ter boas horas de sono por noite é fundamental para a saúde física e mental de qualquer pessoa.

Mas é na interação com os outros – e não estamos falando aqui das redes sociais – que colocamos nossos sentimentos em prática.

A dica é simples: deixe o computador e o smartphone em casa e parta para encontrar com seus amigos sem hora para sair de lá.

Visite pessoas, marque reuniões em casa, aceite mais convites. A lista é interminável.

Ajude, sem esperar nada em troca …

Oferecer um pouco de si a uma causa ou a quem precisa traz quase que instantaneamente uma sensação de bem estar.

É claro que ninguém deve fazer isso apenas para querer sentir-se bem consigo mesmo, mas não é bom poder fazer a diferença na vida de alguém e receber como recompensa a satisfação de ajudar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.